TAROT

O Tarot

19-03-2018

As cartas de Tarot não devem ser analisadas como uma declaração de um destino inevitável, pois todo o ser humano possui livre-arbítrio.Contudo elas retratam sempre como o nosso futuro se desenrola se continuarmos agir de uma determinada forma.

O Tarot é um baralho constituído por 78 cartas que denominamos de arcanos e estão divididos em dois grupos: 22 símbolos principais denominados arcanos maiores que representam experiências humanas universais e arquetípicas e 56 símbolos secundários denominados de arcanos menores que representam os desdobramentos dessas experiências num plano mais concreto e prático das nossas vidas diárias. Ambos os conjuntos relatam a experiência humana e a caminhada do homem em busca da própria realização...

A palavra Arcano, que significa "segredo", "mistério", conduz-nos, juntamente com a palavra Tarot que significa "a estrada", "o caminho", ao Conhecimento Superior. Os arcanos reproduzem imagens que pertencem ao acervo mental e emocional da Humanidade conhecido como inconsciente colectivo, por esse motivo a sua mensagem não deve ser interpretada de maneira meramente racional. A prática do Tarot, é acima de tudo um processo de análise que permite, através da observação dos símbolos, a libertação daquilo que todos possuímos - a INTUIÇÃO.".